Skip to main content
Man and wom

Sobre O The Benjamin

Inicialmente fundado em 1927 como o hotel Beverly, este edifício neorromânico é considerado uma das obras mais reconhecidas do famoso arquiteto Emery Roth. A artista Georgia O’Keeffe, ficou tão inspirada pelo edifício que pintou-o como tema de sua peça “New York—Night”. Em novembro de 1997, o Denihan Hospitality Group comprou o hotel, anteriormente o Beverly Hotel. Foi nomeado como The Benjamin em homenagem ao fundador da empresa familiar, Sr. Benjamin Denihan, um empreendedor com um profundo compromisso em atendimento personalizado ao cliente. Ainda hoje, o hotel oferece a atenção pessoal de um clube social de elite em Nova York.

O The Benjamin foi totalmente redesenhado em 2012 por Lauren Rottet, da empresa internacional de arquitetura e design Rottet Studio. Originalmente concebido como um hotel de apartamentos com terraços expostos ao vento para entreter, o The Benjamin agora ostenta uma atmosfera distintamente residencial com elementos artísticos de última geração, inspirando os hóspedes a considerá-lo mais pessoal do que um hotel.

O hotel butique dispõe de 209 acomodações, incluindo 50 estúdios e 98 suítes de um quarto.

O The Benjamin foi recentemente premiado com a honraria do status de Marco de Nova York. Reconhecido como um dos principais hotéis construídos na década de 1920, o The Benjamin representa a evolução inicial do design de arranha-céus na cidade de Nova York. O caráter especial do hotel e a estética histórica especial contribuíram para o seu valor como parte do desenvolvimento, herança e características culturais da cidade de Nova York.

Políticas do hotel

  • Check-in: 15h, Check-out: 12h
  • Idade mínima para o check-in é de 18 anos
  • No momento do check-in, é necessário apresentar um documento de identidade emitido pelo governo e um cartão de crédito para eventuais cobranças
  • Ambiente livre de fumo